Gráfico 45 – Percentual dos tipos de violências psicológicas

* Dados se referem às 141 entrevistadas que responderam a esta questão.

 

Sobre violência psicológica, 95,0% (134) das entrevistadas relataram terem sofrido com olhares; 94,3% (133) relataram terem sido agredidas com xingamentos; 92,9% (131) relataram terem sofrido com ironia; 74,5% (105) sofreram ameaças; 70,9% (100) sofreram assédio moral; 45,4% (64) sofreram com chantagem/extorsão. Outras formas de violência psicológica citadas: uma (1) entrevistada disse que sofreu persuasão, três (3) mencionaram o preconceito e uma (1) mencionou ter sofrido constrangimento.

Cabe ressaltar que, por meio do trabalho de campo, percebe-se que as violências psicológicas geralmente não estão restritas aos pontos de prostituição, ocorrendo também em outros espaços da cidade. Essas violações as intimidam, humilham e acarretam isolamento social e pouco cuidado com a própria saúde, restringindo e limitando inclusive os espaços e horários de circulação na cidade.

 

 

sobre-violencia

                                                                                Realização

   Núcleo de Direitos Humanos e Cidadania LGBT (NUH/UFMG)

Telefone: (31) 3409-6287

Endereço: Sala 2003 Fafich,

Universidade Federal de Minas Gerais

Av. Antônio Carlos, 6.627, Pampulha,

Belo Horizonte /MG, CEP : 31270-901 

 Facebook     Youtube