Figura 8 – Fluxograma do percurso de providências tomadas em relação às violências sofridas por parte do parceiro/namorado

 

Dentre as 140 entrevistadas, 37,9% (53) responderam que já sofreram violência de parceiro/namorado.  Das 53 entrevistadas que responderam sobre tomada de providências, 32,1% (17) relataram que tomaram alguma providência em relação à violência sofrida. Dentre as providências tomadas: 9 chamaram a polícia e/ou fizeram boletim de ocorrência, 4 revidaram, 1 bateu no marido/namorado, 1 denunciou, 1 resolveu sozinha e 1 terminou o relacionamento. De 17 providências, 58,8% (10) se referem a canais oficiais de denúncia. Perguntadas sobre o sucesso da providência tomada, das 15 entrevistadas que responderam a esta questão, 80,0% (12) disseram que foram bem-sucedidas.

 

 

 

                                                                                Realização

   Núcleo de Direitos Humanos e Cidadania LGBT (NUH/UFMG)

Telefone: (31) 3409-6287

Endereço: Sala 2003 Fafich,

Universidade Federal de Minas Gerais

Av. Antônio Carlos, 6.627, Pampulha,

Belo Horizonte /MG, CEP : 31270-901 

 Facebook     Youtube