Figura 6 – Fluxograma do percurso de providências tomadas em relação às violências sofridas por parte da polícia

 

Do total de 140 entrevistadas, 60,0% (84) relataram que já foram vítimas de violência policial. Dentre as 75 entrevistadas que responderam sobre tomada de providências, 25,3% (19) tomaram alguma providência em relação à violência sofrida. Dentre as providências tomadas: 5 denunciaram/foram à corregedoria; 2 chamaram a polícia; 2 entraram na justiça; 2 bateram/revidaram; 1 recorreu à Anyky Lima, que tomou providência; 1 mencionou Direitos Humanos e ONG LGBT; 1 correu; 1 discutiu; 1 recorreu à ouvidoria; 1 tentou denunciar, mas sofreu ameaças. Das 17 providências citadas, 64,7% (11) foram realizadas em canais oficiais de denúncia. Sobre o sucesso das providências tomadas, das 17 entrevistadas que responderam a esta questão, 53,0% (9) afirmaram que foram bem-sucedidas.

 

 

 

                                                                                Realização

   Núcleo de Direitos Humanos e Cidadania LGBT (NUH/UFMG)

Telefone: (31) 3409-6287

Endereço: Sala 2003 Fafich,

Universidade Federal de Minas Gerais

Av. Antônio Carlos, 6.627, Pampulha,

Belo Horizonte /MG, CEP : 31270-901 

 Facebook     Youtube