Figura 2 – Frequência dos estados em que as entrevistadas relataram ter morado anteriormente

            * Dados referentes a 376 respostas para a questão sobre os 10 últimos estados brasileiros que viveram.

 

A informação sobre em quais estados as entrevistadas já moraram também foi levantada. Nesta questão as participantes podiam citar mais de uma cidade/estado em que já haviam residido, portanto, contabilizaram-se 376 respostas. Logo, as porcentagens aqui trabalhadas referem-se a esse total de respostas e não ao total de participantes da pesquisa (141). Declararam já ter morado em São Paulo 63,83% (90) das entrevistadas; no Rio de Janeiro, 22,70% (32) delas; no Espírito Santo, 15,60% (22); em Goiás, 14,9% (21); na Bahia, 14,18% (20); no Distrito Federal, 8,51% (12); no Mato Grosso, 7,09% (10); no Paraná, 7,09% (10); em Sergipe, 6,38% (9); no Ceará, 5,67% (8); em Alagoas, 4,25% (6); em Santa Catarina, 3,54% (5); no Pará, 2,83%(4); em Pernambuco, 2,83% (4); no Rio Grande do Norte, 2,13% (3); no Acre, 1,42% (2); no Maranhão, 1,42% (2); no Mato Grosso do Sul, 1,42% (2); na Paraíba, 1,42% (2); no Rio Grande do Sul, 1,42% (2); em Rondônia, 0,71% (1); no Amazonas 0,71% (1) também. De maneira geral, percebe-se que os estados do Sudeste foram os mais mencionados entre as respostas, revelando um fluxo migratório significativo de/para estes locais.

 

 

 

moradia-migracao

                                                                                Realização

   Núcleo de Direitos Humanos e Cidadania LGBT (NUH/UFMG)

Telefone: (31) 3409-6287

Endereço: Sala 2003 Fafich,

Universidade Federal de Minas Gerais

Av. Antônio Carlos, 6.627, Pampulha,

Belo Horizonte /MG, CEP : 31270-901 

 Facebook     Youtube