Figura 01 – Frequência do estado de nascimento das entrevistadas
Figura 02 – Frequência dos estados em que as entrevistadas relataram ter morado anteriormente
Figura 03 – Fluxograma do percurso de providências tomadas em relação às violências sofridas por parte da população em geral
Figura 04 – Fluxograma do percurso de providências tomadas em relação às violências sofridas por parte de clientes
Figura 05 – Fluxograma do percurso de providências tomadas em relação às violências sofridas por parte de colegas
Figura 06 – Fluxograma do percurso de providências tomadas em relação às violências sofridas por parte da polícia
Figura 07 – Fluxograma do percurso deprovidências tomadas em relação às violências sofridas por parte da vizinhança
Figura 08 – Fluxograma do percurso de providências tomadas em relação às violências sofridas por parte do parceiro/namorado
Figura 09 – Fluxograma do percurso de providências tomadas em relação às violências sofridas por parte de donas de casa
Figura 10 – Fluxograma do percurso de providências tomadas em relação às violências sofridas por parte de vício
Figura 11 – Fluxograma do percurso de providências tomadas em relação às violências sofridas por parte do tráfico de drogas
Gráfico 01 – Ano de aplicação dos questionários
Gráfico 02 – Local de realização das entrevistas
Gráfico 03 – Áreas de referência
Gráfico 04 – Percentual da cor/raça das entrevistadas
Gráfico 05 – Percentual de autoidentificação das entrevistadas
Gráfico 06 – Percentual da situação conjugal das entrevistadas no momento da entrevista
Gráfico 07 – Percentual de pessoas pelas quais as entrevistadas sentem atração física ou amorosa
Gráfico 08 – Taxa de escolaridade das entrevistadas
Gráfico 09 – Percentual dos motivos que impulsionaram o abandono escolar das entrevistadas
Gráfico 10 – Percentual de cursos técnicos, profissionalizantes ou de capacitação estudados pelas entrevistadas
Gráfico 11 – Percentual de idade na qual as entrevistadas deixaram de viver com sua família
Gráfico 12 – Percentual dos motivos que impulsionaram as entrevistadas a saírem de casa
Gráfico 13 – Taxa de religião das entrevistadas
Gráfico 14 – Taxa de frequência de participação às cerimônias religiosas pelas entrevistadas
Gráfico 15 – Percentual do tempo de moradia das participantes na cidade declarada na entrevista
Gráfico 16 – Percentual dos motivos que levariam as entrevistadas a se mudar de cidade
Gráfico 17 – Percentual do tipo de moradia da entrevistada no momento da entrevista
Gráfico 18 – Distribuição da divisão habitacional da entrevistada no momento da entrevista
Gráfico 19 – Percentual da idade com que a entrevistada fez sexo por dinheiro pela primeira vez
Gráfico 20 – Percentual dos locais onde as entrevistadas relatam conseguirem clientes
Gráfico 21 – Percentual das pessoas com quem a entrevistada divide o dinheiro do program
Gráfico 22 – Rendimento mensal das entrevistadas, em salários mínimos, obtido em todas as ocupações
Gráfico 24 – Percentual de entrevistadas que contribuem ao INSS
Gráfico 25 – Percentual da natureza dos documentos que as entrevistadas possuem
Gráfico 27 – Percentual categorizado do número de consultas médicas realizadas pelas entrevistadas nos 12 meses anteriores à entrevista
Gráfico 28 – Percentual das participantes que precisavam de atendimento médico e deixaram de procurá-lo
Gráfico 29 – Percentual dos motivos que levaram as participantes a não procurarem atendimento médico quando necessitaram dele
Gráfico 30 – Percentual sobre o uso de drogas pelas entrevistadas
Gráfico 31 – Percentual de diagnósticos de doenças relatados pelas entrevistadas
Gráfico 32 – Percentual em relação à autopercepção da condição de saúde das entrevistadas
Gráfico 33 – Percentual das participantes que haviam iniciado o processo transexualizador no Sistema Único de Saúde (SUS)
Gráfico 34 – Percentual sobre a pretensão das entrevistadas de iniciar o processo transexualizador no Sistema Único de Saúde (SUS)
Gráfico 35 – Percentual dos meios pelos quais as entrevistadas obtêm preservativos:
Gráfico 36 – Percentual das vezes em que o preservativo foi utilizado pelas entrevistadas em suas relações sexuais nos seis meses anteriores à entrevista
Gráfico 37 – Percentual das entrevistadas que realizaram exame de HIV ou outras DSTs nos doze meses anteriores à entrevista
Gráfico 38 – Distribuição dos exames de HIV e outras DST’s que as entrevistadas declararam ter realizado nos últimos doze meses
Gráfico 39 – Percentual do local em que as entrevistadas realizaram os exames de HIV ou outras DSTs nos últimos doze mesesanteriores à entrevista:
Gráfico 40 – Percentual das entrevistadas que realizaram o exame diagnóstico para o câncer de próstata
Gráfico 41 – Percentual das instituições ou pessoas que as entrevistadas declaram conhecer por lutar pelos direitos de travestis e transexuais na cidade
Gráfico 42 – Frequência do grau de confiança das entrevistadas em instituições na luta e promoção dos direitos de travestis e transexuais
Gráfico 43 – Percentual dos tipos de violências físicas
Gráfico 44 – Percentual dos tipos de violências sexuais
Gráfico 45 – Percentual dos tipos de violências psicológicas
Gráfico 46 – Percentual dos agentes das violências sofridas pelas entrevistadas
Gráfico 47 – Média do número de providências tomadas por meio de canais oficiais de denúncia
Gráfico 48 – Percentual dos motivos pelos quais as entrevistadas tiveram problema com a polícia
Gráfico 49 – Percentual referente à percepção do risco de serem roubadas/assaltadas ou ameaçadas de roubo/assalto
Gráfico 50 – Percentual referente à percepção do risco de serem agredidas ou ameaçadas de agressão
Gráfico 51 – Percentual referente à percepção do risco de serem sequestradas (raptadas)
Gráfico 52 – Percentual referente à percepção do risco de serem gravemente feridas (machucadas) ou assassinadas
Gráfico 53 – Percentual referente à percepção do risco de serem feridas (machucadas) ou mortas por ‘bala perdida’
Gráfico 54 – Percentual referente à percepção do risco de serem vítimas de violência policial
Gráfico 55 – Percentual das entrevistadas que fazem atividades em seu tempo livre
Gráfico 56 – Percentual da cor/raça das entrevistadas
Gráfico 57 – Percentual de autoidentificação das entrevistadas
Gráfico 23 - Percentual das pessoas a quem as entrevistadas ajudam com sua renda total.
Gráfico  26 – Plano de saúde ou convênio
Tabela 01 – Frequência dos últimos países que as entrevistadas declararam terem vivido
Tabela 02 – Frequência e percentual de outras ocupações relatadas
Tabela 03 – Principais diferenças entre a utilização de hormônios, silicone industrial e prótese de silicone para a transformação corporal
Tabela 04 – Frequência e percentual de outros motivos que levaram a entrevistada a não procurar um médico
Tabela 05 – Frequência e Percentual dos motivos pelos quais as entrevistadas deixam ou não de utilizar opreservativo nas suas relações sexuais:
Tabela 06 – Frequência da associação, partido, entidade ou trabalho social que as entrevistadas relatam participarem

Subcategories

                                                                                Realização

   Núcleo de Direitos Humanos e Cidadania LGBT (NUH/UFMG)

Telefone: (31) 3409-6287

Endereço: Sala 2003 Fafich,

Universidade Federal de Minas Gerais

Av. Antônio Carlos, 6.627, Pampulha,

Belo Horizonte /MG, CEP : 31270-901 

 Facebook     Youtube